Pastor processa jornalista por tentar envolvê-lo no ‘Petrolão’

Rubens Teixeira, diretor financeiro e administrativo da Transpetro, entrou com Leia mais »

 

Pastor processa jornalista por tentar envolvê-lo no ‘Petrolão’

Pastor e doutor Rubens Teixeira (RJ)

Rubens Teixeira, diretor financeiro e administrativo da Transpetro, entrou com dois processos na justiça contra o jornalista Diego Escosteguy, diretor da sucursal de Brasília da Revista Época, por calúnia, injúria e difamação.

Escosteguy publicou no ano passado uma matéria contra Rubens Teixeira, que é pastor da igreja Assembleia de Deus Ministério de Madureira em Marechal Hermes, Rio de Janeiro. Na matéria o jornalista acusa o diretor de ter forjado contratos, dirigido licitações que beneficiam pessoas próximas, além de tentar envolve-lo nos escândalos da Petrobras.

Leia também:  Jornalista que mentiu e manipulou matéria sobre Joaquim Barbosa faz matéria fraudulenta contra Rubens Teixeira

Rubens Teixeira explicou que decidiu processar Diego Ecosteguy para que ele explique as acusações e apresente suas fontes. Teixeira também explicou que decidiu processar na justiça comum para que seja discutido “ponto a ponto o que ele falou”. A primeira audiência da ação penal já estava marcada, mas estranhamente, o jornalista não foi encontrado para ser citado.

“Para dar o direito de dizer tudo o que sabe a meu respeito, juntamente com suas fontes, movi uma ação penal e uma cível contra ele”, explicou Rubens Teixeira.

A matéria publicada pela Revista Época demonstra um evidente preconceito contra os evangélicos ao repetir por diversas vezes que o diretor financeiro da estatal é um pastor, sem considerar que Teixeira não exerce o ministério pastoral. Além disso, as acusações contra Teixeira foram baseadas em erros factuais, desconsiderando as dezenas de departamentos que o executivo é responsável.

Rubens Teixeira é coautor dos livros “As 25 Leis Bíblias do Sucesso” e “Sociedade com Deus”, ambos escritos em parceria com o juiz federal William Douglas, e abordam questões éticas e comportamento para alcançar o sucesso profissional. Teixeira lançou recentemente o livro “Como vencer quando você não é o favorito”, que traz relatos sobre sua história de superação. Teixeira é um dos autores nacionais mais vendidos nas livrarias brasileiras no ano de 2014. (Gospel Prime)

‘Babilônia’ despenca em audiência e preocupa Globo

babel

A novela Babilônia vem registrando péssimos índices de audiência para o padrão que a TV Globo se acostumou a alcançar no horário das 21h com seus folhetins, e boa parte dos jornalistas especializados atribui o fato a um boicote dos evangélicos.

A substituta de Império estreou no dia 16 de março com 33 pontos de audiência, e na terça-feira, marcou 32 e no dia seguinte, 29 pontos segundo medição do Ibope. Como comparação, o último episódio da novela do comendador e sua trupe havia marcado 44 pontos.

Segundo o site TV Foco, os números alcançados no terceiro episódio de Babilônia são inferiores até mesmo aos da novela Em Família, de Manoel Carlos, que foi considerada como a de mais baixa audiência na história da Globo. Em seu terceiro capítulo, Em Família havia alcançado 29,2 pontos, já Babiônia conquistou apenas 26,4 pontos de média, com 28,2 de pico.

“Não é um número bom para a semana de estreia. Dizem (nos bastidores) que o público mais conservador está fugindo da novela, principalmente os evangélicos (que já estariam organizando um boicote à trama). A cena do beijo entre Teresa (Fernanda Montenegro) e Estela (Nathália Timberg) teria sido o principal problema”, escreveu a jornalista Janaína Nunes, no portal Yahoo!.

O título e o conteúdo da novela escrita pelo trio Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes recebeu muitas críticas de várias famílias, Brasil afora.

Nas redes sociais, começam a circular imagens incentivando os evangélicos a boicotarem a novela justamente por causa de seu conteúdo. “Apologia ao mal. Produzida para destruir famílias. Compartilhe, não dê espaço para esta ameaça com cara de diversão. Não assista”, incentivou o senador Magno Malta (PR-ES). (Gospel Mais, com adaptações de Paulo Teixeira)

Requerimento de deputado evangélico é aprovado e Lula deverá explicar na Câmara sobre ‘exército de Stédile’

Requerimento aprovado nesta quarta-feira diz que declaração do ex-presidente ‘incita a guerra civil’, mas Lula não é obrigado comparecer

Deputado Federal Ezequiel Teixeira (SD/RJ)

Deputado Federal Ezequiel Teixeira (SD/RJ)

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara aprovou nesta quarta-feira convite para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva preste esclarecimentos sobre o “exército de Stédile” a que se referiu durante discurso na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no final do mês passado, quando militantes petistas e um grupo que pedia o impeachment da presidente Dilma Rousseff se enfrentaram.

O requerimento, de autoria do deputado evangélico Ezequiel Teixeira (SD-RJ), diz que a declaração de Lula “incita a guerra civil” e trata de ameaça que pode “colocar em risco a segurança nacional e a soberania do Brasil. O pedido é para que o ex-presidente explique sobre “o exército que ele diz estar pronto ao seu comando por intermédio do MST”.

“Somente às forçar armadas compete a defesa da pátria. Causa espécie a declaração de um ex-presidente que um dia fez um juramento de defender a democracia e as instituições permanentes, bem como o ato ilegítimo dirigido por representante de entidade”, diz o texto.

No final de fevereiro, o ex-presidente cobrou dos militantes do PT e dos sindicatos uma reação no ato ocorrido no Centro do Rio, intitulado “em defesa da Petrobras”.

– Em vez de ficarmos chorando, vamos defender o que é nosso. Quero paz e democracia, mas também sabemos brigar. Sobretudo quando o Stedile colocar o exército dele nas ruas – disse Lula, na ocasião.

“Tal declaração incita a guerra civil. Trata-se, na verdade, de uma ameaça que pode colocar em risco a segurança nacional e a soberania do Brasil. Estamos vivenciando um momento de grave crise política e social. Saber que existe um exército paralelo e perigoso à disposição e comando de grupos políticos gera risco à ordem social”, diz o requerimento aprovado.

Como se trata de convite, Lula não é obrigado a comparecer. (O Globo)

Marco Feliciano tenta sustar resolução que permite alunos gays usarem banheiros de meninas em escolas

Deputado Marco Feliciano

Deputado Marco Feliciano

O deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) apresentou nesta terça-feira (17) dois Projetos de Decreto Legislativo pedindo a sustação das Resoluções 11 e 12 da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República que permite, entre outras coisas, que alunos passem a usar banheiros públicos conforme a identidade de gênero.

Além disso, o texto também prevê que os formulários utilizados pelas instituições de ensino, em todos os níveis e modalidades, devem inserir o campo “nome social”; que, quando for obrigatório o uso de uniforme pela escola, o aluno ou aluna possa optar pela vestimenta conforme sua identidade de gênero; e que seja incluso a orientação sexual, identidade de gênero e nome social nos boletins de ocorrência emitidos pelas delegacias no Brasil.

Para o deputado do PSC, a medida é um desrespeito às famílias brasileiras e à democracia, já que o governo editou o texto sem a aprovação do Congresso Nacional. “Imaginem como fica o pai que tem uma filha sabendo que ela está na escola e qualquer pessoa que tenha o gênero idêntico ao dela vai poder frequentar o mesmo banheiro que sua filha! Como você coloca um parâmetro nisso? Como saber que um menino está mal intencionado ao entrar nesse banheiro? Não há nenhuma lei que ampare o que eles fizeram”, protestou Feliciano.

Fonte: ASCOM PSC Nacional 

COMENTÁRIO:

Essa resolução absurda foi assinada pela Presidente Dilma Roussef justamente nos dias em que a sociedade está acompanhando o desenrolar da Operação Lava Jato e também às vésperas das manifestações que ocorreram na semana passada.

Uma vergonha!

Eduardo Cunha recorre ao STF para arquivar inquérito contra ele na Lava Jato

Dilma Roussef e Eduardo Cunha

Dilma Roussef e Eduardo Cunha

A defesa do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pediu nesta terça-feira (17) ao Supremo Tribunal Federal (STF) o arquivamento do inquérito aberto contra ele. Cunha foi citado em depoimento de delação premiada do doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava Jato.

Segundo o doleiro, a intenção era pressionar Camargo, que deixou de repassar propina ao empresário Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, preso na Lava Jato, acusado de arrecadar propina por meio de um contrato para compra de navios-sonda.

Em outro depoimento, o policial federal Jayme Alves de Oliveira, preso no ano passado, disse que entregou dinheiro, a mando de Youssef, em uma casa no Rio de Janeiro. Segundo ele, Yousseff disse que a casa pertencia a Cunha.

A defesa do parlamentar diz que os depoimentos não podem ser considerados indícios para abertura da investigação, por se basearem em relatos, sem que os depoentes tenham conhecimento direto.

“A leitura atenta dos referidos depoimentos revela, contudo, que as informações deles extraídas não possuem qualquer consistência e idoneidade para gerar credibilidade, não podendo, portanto, receber tecnicamente a qualificação de indícios”, argumenta a defesa.

Com base nos depoimentos de delação premiada de Youssef e do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, 50 investigados na Lava Jato são alvo de inquérito no Supremo. (Com informações do Portal Terra)

Homofobia é ‘construída nos púlpitos’ também, diz parlamentar do PT

Deputada Erika Kokay (Foto: Jornal A Crítica)

Deputada Erika Kokay (Foto: Jornal A Crítica)

A Deputada Erika Kokay (PT) – aliada da Presidente Dilma Roussef –  fez um comentário sobre a morte de um rapaz que seria filho de um ‘casal’ homoerótico e, ao se expressar, fez questão de inserir palavras de ódio aos cristãos:

erikakokay COMENTÁRIO: O  factóide ‘homofobia’  foi criado com o intuito de alavancar a ideologia do homossexualismo. 

A hostilidade da deputada não só ocorre em relação aos cristãos. Em 2011, ao participar de um evento com o exBBB Jean Wyllys, a parlamentar foi flagrada esbravejando contra Deus e proferiu a seguinte bestialidade sobre o Criador: “Assassinou mais de mil mulheres na inquisição” (veja o vídeo  no artigo: “Políticos e ativistas gays são filmados desabando hostilidades contra os cristãos e o conservadorismo) .

A esquerda radical tem aversão aos princípios cristãos.  Precisamos estar atentos para não permitirmos o avanço dessa ideologia macabra. 

Dilma Roussef assina resolução que permite alunos travestis usarem banheiro feminino de escolas e universidades

dilma-rousseff-sorri

Duas resoluções publicadas no Diário Oficial da União nesta quinta-feira garantem direitos para a comunidade LGBT. Uma delas estabelece parâmetro para garantir condições de acesso e permanência de pessoas travestis e transexuais – “e todas aquelas que tenham sua identidade de gênero não reconhecida em diferentes espaços sociais” – nas instituições de ensino.

De acordo com os artigos, as escolas e universidades, públicas e particulares, devem garantir o uso de banheiros, vestiários e demais espaços segregados por gênero de acordo com a identidade de cada sujeito. Além disso, o campo “nome social” deve ser inserido nos formulários e sistemas de informação utilizados nos procedimentos de seleção, inscrição, matrícula, registro de frequência, avaliação e similares.

Caso haja distinção quanto ao uso de uniformes, por exemplo, também deve ser facultada a escolha de vestimentas conforme a opção de cada pessoa. Em outro trecho do documento, o texto diz que o reconhecimento da identidade de gênero deve ser estendido a estudantes adolescentes sem que seja obrigatória a autorização do responsável.

O estudante também passa a ter direito de ser chamado quando solicitar pelo nome social quando a identificação civil não corresponder à sua orientação – não cabendo qualquer tipo de objeção.

INCLUSÃO NOS BOLETINS DE OCORRÊNCIA

Já na outra resolução, o Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais estabeleceu parâmetros para a inclusão dos itens “orientação sexual”, “identidade de gênero” e “nome social” nos boletins de ocorrência emitidos pelas autoridades policiais no país.

A resolução já repercute no Congresso. O deputado Marcos Rogério (PDT-RO), que é da base aliada e integra a bancada evangélica, criticou a medida:

- O que o Congresso não fez em 30 anos, a Dilma fez em uma resolução. (Com informações de O Globo)

COMENTÁRIO:

Em meio aos caos estabelecido no País por conta dos escândalos de corrupção a Presidente Dilma Rousseff, ao agir assim, mostra que está mesmo preocupada é em agradar os ativistas gays e alavancar a agenda desse grupo.

A partir de hoje, portanto, conforme publicado no Diário Oficial da União, homens que se vestem de mulheres, os travestis, já podem usar BANHEIROS FEMININOS nas escolas e universidades públicas e privadas de todo o País.

Isto mostra que esse governo está de fato engajado em colidir com os princípios conservadores históricos intrínsecos na sociedade brasileira.

É um ‘tapa’ principalmente no rosto da mulherada estudante de todo o Brasil.

VERGONHA !!!

Jean Wyllys diz que padre de Brasília deveria orar para se livrar do inferno

Padre lidera grupo pró-vida e pró-família

Deputado  Jean Wyllys

Deputado Jean Wyllys

Um padre de batina coletava assinaturas em frente ao plenário da Câmara dos Deputados para criar uma frente parlamentar “a favor da vida e da família”, contra o aborto e o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Deparou-se com o deputado Jean Wyllys (PSol-RJ), militante da causa gay, e pediu seu apoio. A resposta do deputado foi curta:

– Não vou assinar, eu defendo outro tipo de família – disse.

O padre Pedro Stepien, um polonês que vive em Brasília e dirige a associação pró-vida e pró-família, disse que conhecia a história de Jean Wyllys, mas mesmo assim quis tentar sua assinatura.

– Eu sabia e respeito, até rezo muito por esse deputado, sei que ele precisa – afirmou.

A instituição comandada pelo padre é radicalmente contra o aborto. Até mesmo nos casos previstos em lei, como estupro, anencefalia e risco à saúde da mulher.

– É mais fácil salvar uma criança quando a mulher é violentada do que quando ela pula a cerca. Aborto é um crime hediondo em qualquer caso, é assassinato de criança que não tem advogado. A pessoa que é a favor do aborto não tem direito de falar de direitos humanos – justifica o padre.

O deputado se irritou ao saber que o padre “orava” por ele.

– Dispenso as orações dele, ele deveria orar para si mesmo para tentar salvar a própria alma dele do inferno. Com informações de O Globo.

Eduardo Cunha rejeita CPI para investigar Planos de Saúde, denuncia deputado

Deputado Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados (Foto: Exame Abril)

Deputado Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados (Foto: Exame Abril)

O deputado Ivan Valente (PSOL/SP) irá entrar com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir a instalação, na Câmara dos Deputados, de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar denúncias de irregularidades nos serviços de planos de saúde prestados por empresas e instituições privadas.

O pedido de criação da CPI foi rejeitado, nesta quarta-feira (4), pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), alegando “falta de foco”. Contudo, o parecer da Consultoria Legislativa da Câmara afirma exatamente o contrário, “o pedido atende perfeitamente todo o necessário para que se instale a CPI respectiva”.

Para Ivan Valente, a decisão de Cunha é política, já que a proposta de CPI obteve a aprovação de ampla maioria dos deputados, recolhendo cerca de 200 assinaturas de apoio e obedece a todos os requisitos necessários para sua instalação. “Estamos sendo tolhidos por uma decisão política do presidente desta Casa. Eduardo Cunha não tem autoridade para contestar essa questão, uma vez que recebeu recursos da Bradesco Saúde para sua campanha eleitoral e foi o relator da Medida Provisória 627, que anistiava os planos de saúde em dois bilhões de reais”, denuncia Ivan Valente.

Dados do Tribunal Superior Eleitoral mostram que Eduardo Cunha declarou ter recebido 250 mil reais da Bradesco Saúde, o que demonstra que sua posição desrespeita o Código de Ética Parlamentar que dispõe que “atenta contra o decoro relatar matéria de interesse específico de pessoa que tenha contribuído para campanha eleitoral”.

Ivan Valente, deputado federal

Ivan Valente, deputado federal

O mandado de segurança se baseia na medida cautelar tomada pela Ministra Rosa Weber sobre os pedidos de CPI que diz “preenchidos os requisitos para a instauração da CPI, o seu conteúdo, no que diz respeito ao fato determinado apontado pela minoria parlamentar, não está à disposição da maioria, tampouco das Mesas das Casas Legislativas e de seus Presidentes”.

“Essa atitude do presidente da Câmara é arbitrária e interesseira. Não vamos admitir essa manobra. Usaremos todos os meios disponíveis para instalar a CPI”, afirmou Ivan Valente. (Site de Ivan Valente)

Lava Jato: Eduardo Cunha é confirmado na lista de investigados pelo STF

Leia o comentário sobre esse assunto após a matéria.

Deputado Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados (Foto: Exame Abril)

Deputado Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados (Foto: Exame Abril)

Nesta sexta-feira (6) o Supremo Tribunal Federal (STF) divulgou a tão aguardada lista com os nomes dos políticos envolvidos no escândalo de corrupção da Petrobras. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, entregou na terça-feira (3) ao STF 28 pedidos de abertura de inquérito referentes a 54 pessoas, entre autoridades e pessoas sem foro privilegiado.

A lista foi feita com base na delação premiada do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto da Costa. O ministro Teori Zavascki, do STF, decidiu acatar o pedido de Janot pela derrubada do segredo de justiça. Depois de muita tensão em Brasília a lista foi divulgada com a determinação de abertura de processos de investigação.

Zavascki também determinou o arquivamento das denúncias contra os senadores Delcídio Amaral (PT-MS) e Aécio Neves (PSDB)-MG) e o ex-presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). O procedimento, agora, prevê denúncia por parte do Ministério Público aos acusados e, finalmente, julgamento do STF com base nas denúncias feitas.

A lista confirma o que se sabia até o momento, que os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) figuravam na lista.

As investigações que serão realizadas pelo STF devem colocar sob suspeitas o sistema de financiamento eleitoral da campanha da presidente Dilma Rousseff nas eleições do ano passado, pois as delações premiadas apontam para o repasse de dinheiro da corrupção, por meio do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, para campanhas políticas do PT.

Na lista divulgada pelo STF os nomes envolvidos são apontados como suspeitos de beneficiarem as transações que envolveram a estatal. Entre os nomes apontados pelo ministro estão deputados federais, senadores e outras pessoas sem mandato que agora passam a responder inquéritos no Supremo no âmbito da Operação Lava Jato da Polícia Federal. Fonte: Gospel Prime

COMENTÁRIO:

Cunha será investigado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, segundo a Revistas Veja.

Ainda de acordo com a Veja, “apenas entre 2011 e 2012, Careca teria entregue aproximadamente 13 milhões de reais em espécie. “Baseando-se nas informações prestadas por Jayme [policial federal], especialmente em vista dos detalhes apresentados, foi possível localizar a residência mencionada, cujas características coincidiam com as apresentadas pelo policial federal”, descreve a PGR. “A mencionada ‘casa amarela’ é de propriedade de advogado Francisco José Reis, aliado do deputado estadual eleito Jorge Picciani que, segundo fontes abertas, possui fortes ligações com Eduardo Cunha”, completa o texto”.

O deputado Eduardo Cunha já afirmou que não deixará a presidência da Câmara.

Como um parlamentar que está sob suspeição, investigado pelo Supremo Tribunal Federal, pode ter autoridade moral para presidir aquela Casa Legislativa? Isto é uma afronta aos brasileiros.

O Brasil precisa ser passado a limpo.

Cunha usa como chavão, a frase: “Afinal de contas, o povo merece respeito”.

Uma vergonha!

Morre em SP o missionário Davi Miranda, líder da Igreja Deus é Amor

Missionário Davi Miranda

Missionário Davi Miranda

O missionário David Martinas Miranda, fundador da Igreja Pentecostal Deus é Amor, morreu aos 79 anos no final da noite de Sábado (21). Ele sofreu um infarto. A informação foi divulgada oficialmente na rede de rádio mantida pela denominação.

A Igreja Deus é Amor foi fundada em junho de 1962, por Davi Miranda, e hoje possui mais de onze mil templos espalhados pelo Brasil e outro 136 paises.

Uma das filhas do missionário Débora Miranda diretora da igreja, lamentou a morte do pai numa postagem no Facebook:

“Um homem guerreiro..lutador…é recolhido ao paraíso de Deus!! Descansa no Senhor…o Missionário David Miranda!! Meu paizinho …te amarei pra sempre!!!”

O site oficial da denominação divulgou a Nota de falecimento abaixo:

“É com muito pesar que a Igreja Pentecostal Deus é Amor notifica que o miss. David Miranda, homem muito amado, caridoso, amoroso, responsável, temente, querido, usado e fiel a Jesus Cristo, faleceu no dia 21 de fevereiro de 2015, às 23h45, com 79 anos, de infarto.

Miss. David Miranda era casado com a irmã Ereni Miranda, pai de quatro filhos (David, Débora, Leia e Daniel), além de netos. Ele aceitou a Jesus em 1958, daí em diante, a dedicação a Deus foi diariamente, até ouvir a voz dEle para fundar a IPDA: ‘Igreja Pentecostal Deus é Amor’.

Dia 03 de junho de 1962, ele fundou a IPDA, através da revelação do Espírito Santo, uma igreja que cresceu grandemente, tendo hoje mais de 22 mil igrejas espalhadas no Brasil e no mundo, aproximadamente. Ademais, o ‘ Templo da Glória de Deus’ (capacitado para receber 60 mil pessoas, com estacionamento para 500 automóveis e 143 ônibus) é uma de suas conquistas.

A tristeza está por causa da notícia de um homem de Deus que partiu. Um homem cujas lembranças sempre serão de fé, amor, dedicação na obra do Senhor, entre outras qualidades notórias. Entretanto, a felicidade é em saber que ele está perto do que vive para todo o sempre: Jesus Cristo. Os dias dele foram, especialmente, para adorar e buscar a Deus, ganhando almas ao Seu Reino. De fato, ele deixa vários exemplos: de pai, de esposo, de vô, de amigo etc. Soube ouvir, falar, aconselhar, pregar e conquistar.

Notificamos também que o culto fúnebre iniciou-se às 08h, do dia 22 de fevereiro de 2015, no Templo de Glória de Deus, localizado na Av. do Estado, 4.568. Neste momento, pedimos que nossas orações e sentimentos sejam dedicados para a família do missionário e aos membros por esta perda; para que Deus conforte os corações”.

A Terra está parada e o Sol gira em volta dela, diz líder muçulmano

Sheik Bandar al-Khaibari da Arábia Saudita

Sheik Bandar al-Khaibari da Arábia Saudita

Quando se comemoram os 451 anos do nascimento de Galileu Galilei, astrônomo que defendeu o heliocentrismo, um sheik saudita deixou os estudantes boquiabertos com a sua teoria.

A Terra não anda à volta do Sol e está, na verdade, parada. Foi esta a teoria apresentada pelo sheik Bandar al-Khaibari, numa palestra para estudantes numa universidade dos Emirados Árabes Unidos no domingo. O líder religioso saudita acredita precisamente naquilo que Nicolau Copérnico e Galileu Galilei tiveram de contrariar há cerca de 500 anos, quando a teoria do geocentrismo colocava a Terra imóvel no centro do universo.

Com o heliocentrismo mais do que comprovado cientificamente, quando se comemoram precisamente 451 anos do nascimento do astrónomo italiano Galileu Galilei (a 15 de fevereiro de 1564), o sheik saudita foi à universidade dizer que se a Terra se movesse os aviões não poderiam nunca chegar ao seu destino.

No vídeo colocado no Youtube, ouvem-se as explicações deste líder religioso muçulmano. Recorrendo a um copo de água, ele tenta demonstrar que, se a Terra girasse, um avião que partisse do emirado de Sharjah em direção à China nunca chegaria ao seu destino visto que a própria China estaria a deslocar-se. E, se a Terra girasse em sentido contrário, defende ele, bastaria ao avião parar no ar para alcançar o destino.

No vídeo, enquanto sheik Bandar al-Khaibari fala não se ouve qualquer reação àquilo que defende, mas a teoria por ele apresentada, e noticiada pelo Al Arabiya, tem dado que falar. Até porque esta não é a primeira vez que este clérigo muçulmano se mostra pouco crédulo em relação a factos científicos. Anteriormente, segundo o Al Arabiya, já havia dito que o homem nunca foi à Lua. (Fonte: DN Globo)

Programa da Globo zomba de pastores em “Galinha Preta Convertidinha”

“Quando quer mais dinheirinho, compra um horário na televisão”, diz parte da musiquinha sarcástica 

Um cão, uma galinha e uma ovelha na sátira

Um cão, uma galinha e uma ovelha na sátira

O segundo episódio da nova temporada de “Tá no Ar”, na última quinta-feira (19), pode ser encarado de várias formas como um marco divisório por parte da Globo: nunca um programa da emissora debochou tanto de religiões e, especialmente, da figura dos evangélicos e seus pastores.

A cena que certamente irá “causar” no mundo gospel foi o quadro da Galinha Preta Convertidinha, irmã do sucesso da primeira temporada, a Galinha Preta Pintadinha. Nesse quadro, criancinhas supostamente evangélicas estão assistindo à TV quando começa um comercial sobre o boneco da Convertidinha, agora à venda. Um pastor é representado como um cachorro pastor alemão (usando terno).

“Ir pro inferno é fogo / A Verdade é Universal / Cuidado com a Hora/ do Juízo Final”, diz o jingle do “comercial” infantil. “Ela vai cantar bem alto no seu ouvido”, continua o quadro sarcástico, enquanto as crianças imploram: “Ah, compra mãããe!!”

Então surge o pastor alemão pregando sob o tema do pintinho amarelinho.

“Meu pastor é animadinho/ Canta e Dança de Montão/ De Montão/ Quando quer mais dinheirinho/ Compra um horário na televisão”.

Mais direto, impossível.

No Brasil, porém, especialmente na TV, religião sempre foi tratada como um tabu.

Nesse sentido a Globo dá decididamente um passo à frente da autocensura. E não só em relação à religião.

O “Tá no Ar” deve causar forte reação. Especialmente se continuar a tripudiar sobre a religião evangélica. Vamos ver apenas se o programa –e a Globo– terão coragem de romper mais limites e provoquem, com o mesmo humor, interesses ainda maiores que apenas o dos evangélicos, por exemplo. (Com informações Ricardo Feltrin, colunista do UOL e adaptações de Paulo Teixeira).

COMENTÁRIO:

A Globo nunca foi fã dos evangélicos. Não é novidade alguma a sua atitude de deboche em relação ao esse segmento religioso.

Anos atrás houve uma tentativa de ‘conversão’ forçada da Globo, que juntamente com empresários do mundo gospel, tentaram alavancar o Festival Promessas em âmbito nacional, mas não demorou muito para ir por água abaixo. Foi um insucesso, permanecendo apenas alguns festivais regionais.

Todavia, apesar do episódio ser um desrespeito aos evangélicos de uma forma geral, acabou expondo algo que deixa bastante envergonhado o segmento evangélico: as desavenças entre alguns líderes evangélicos.

Isto ficou patente na parte final do jingle do “comercial”, quando o locutor diz “o DVD da Galinha Convertidinha é vendido separadamente da Galinha Preta Pintadinha por que elas são da mesma família, mas não se bicam“. Isto foi um tapa em muita gente que, ao invés de usar o precioso e caro horário televisivo para pregar o Santo Evangelho, muitas vezes usam-no para expressarem discórdias pessoais, escandalizando o Nome de Cristo.

É bom sempre lembrar que ninguém será tratado como inocente no Dia do Juízo Final. Se usam mal e indevidamente o espaço que o Senhor lhes deu para pregarem a Palavra, darão conta disto.

Vejamos o que escreveu Lucas no capítulo 12.48b:

“A quem muito foi dado, muito será exigido; e a quem muito foi confiado, muito mais será pedido”.

Quem quiser ver o programa zombeteiro completo para tirar suas próprias conclusões, clique aqui

Crise hídrica: Pezão busca aconselhamento no espírito do ‘cacique cobra coral’

Pezão na inauguração do Templo de Salomão da IURD, meses antes de iniciar os ataques à denominação

Pezão na inauguração do Templo de Salomão da IURD, meses antes de iniciar os ataques à denominação no horário eleitoral

Luiz Fernando Pezão, governador do Rio de Janeiro assegurou à Revista ÉPOCA que racionamento e rodízio são palavras do passado.

A convicção de Pezão é transcendental, isto porque a médium espírita Adelaide Scritori, a pedido de Pezão, consultou o espírito do cacique cobra coral.

A médium Adelaide lidera a entidade Cacique Cobra Coral e afirma incorporar o espírito do cacique. Para ela, o cacique seria um meteorologista sobrenatural com capacidade para segurar uma tempestade aqui ou mandar para outro lugar.

De acordo com a ÉPOCA, após a consulta feita por Pezão, no documento que lhe foi enviado no dia 28 de janeiro, o espírito garantiu que “tudo o que faltou em dezembro e janeiro virá em fevereiro, março e abril”.

Ainda, conforme a reportagem, Pezão teria sido alertado pelo cacique que até junho há o risco de chover, em apenas um dia, a quantidade esperada para um mês inteiro. “É preciso ficar alerta para o excesso de precipitação numa mesma localidade, como a zona norte”, teria avisado a entidade Cacique Cobra Coral ao governador.

Pezão recebe com regularidade os informes emitidos pelo espírito, segundo a matéria da ÉPOCA. Esta também revelou que a relação de Pezão com o espírito do cacique é antiga. Vem desde 1997, quando Pezão era prefeito do município de Piraí, interior do estado do Rio de Janeiro.

No domingo, dia 8 de fevereiro, a médium Adelaide sofreu um acidente de carro na cidade de Paraibuna, em São Paulo. Ela vinha de Minas para o Rio de Janeiro, acompanhando o curso do rio Paraíba do Sul para avaliar, in loco, o nível dos reservatórios. O carro onde estava capotou três vezes e caiu no rio. Adelaide só teve escoriações leves. “Ela estava vendo tudo para informar ao cacique”, disse Pezão, que conecta seu celular para mostrar algumas fotos do acidente. Cair no rio não seria um mau sinal? “Não! Já está tudo certo, vai voltar a chover”, afirmou o confiante governador. (Com informações da Revista Época).

COMENTÁRIO:

Lastimável o entrelaçamento de entes públicos com os espíritos.

Diante de tal fato, pergunta-se “onde estão os ‘profetas Elias’ desta geração” ? Aqueles mesmos – líderes e cantores gospel, alguns de proeminência nacional – que foram para o horário eleitoral pedir votos para o Pezão. Gente que inclusive jogo baixo.

Um dos líderes – conhecido nacionalmente por meter-se em política – chegou a mergulhar numa vergonhosa guerra fratricida contra a IURD, tanto no horário eleitoral, como pelas redes sociais, visto que o candidato concorrente de Pezão, o senador Marcelo Crivella, pertence à denominação.

Onde estão agora os covardes? Estão em silêncio profundo e não esboçam reação alguma de repúdio?

Lamentável.

Fato é que o controle do tempo está nas mãos do Deus verdadeiro, criador dos céus e da Terra e não de espírito enganoso algum.

Aquele que por meio do profeta Amós disse:

Além disso, retive de vós a chuva quando ainda faltava três meses para a ceifa; e fiz que chovesse sobre uma cidade, e não chovesse sobre a outra cidade; sobre um campo choveu, mas o outro, sobre o qual não choveu, secou-se” (Am 4.7).

Decapitação dos cristãos egípcios pelo Estado Islâmico. Governo brasileiro substitui a palavra ‘cristãos’ por ‘trabalhadores’ ao emitir mensagem de repúdio

Terroristas do EI conduzindo os cristãos do Egito para decapitá-los

Terroristas do EI conduzindo os cristãos do Egito para a decapitação

O governo brasileiro repudiou neste domingo (16/02) o assassinato de 21 egípcios pelo EI (Estado Islâmico). O grupo jihadista divulgou ontem (15) um vídeo que mostra a decapitação dos cristãos egípcios que foram sequestrados na cidade de Sirte, no Norte da Líbia. A gravação mostra os 21 homens  alinhados em uma praia com as mãos nas costas, antes de serem decapitados.

Na nota abaixo transcrita, o governo brasileiro substituiu a palavra ‘cristãos’ por ‘trabalhadores’.

“O Brasil manifesta sua indignação diante do brutal assassinato de 21 trabalhadores egípcios, alegadamente em território líbio, por membros do grupo autodenominado Estado Islâmico. A intolerância religiosa e o recurso à violência política merecem o mais veemente repúdio do governo e do povo brasileiro”.  (UOL)

COMENTÁRIO:

O governo brasileiro sabe que as mortes se deram exclusivamente por questão religiosa, pois na própria mensagem postada no vídeo, pelo  ISIS, tem a  seguinte legenda: “O povo da cruz, os seguidores da igreja egípcia hostil”. 

Na mensagem, a troca de ‘cristãos’ por ‘trabalhadores’ foi proposital.  

Recordemos que em 2012 a presidente do Brasil fez um discurso na ONU e pediu o fim da islamofobia. Em suas palavras, sequer citou a palavra cristãos, ignorando completamente o massacre que esse segmento religioso sofre ao redor do planeta.

Em 2014, também na ONU, a presidente brasileira criticou o bombardeio feito pelos EUA aos terroristas do Estado Islâmico.

Portanto, não é novidade alguma que o governo brasileiro não se manifeste ante à crescente onda cristofóbica mundo afora. 

Na verdade, o PT só lembra dos cristãos (e somente os brasileiros) em época de eleição.

Uma vergonha!

‘Guerrilhas cristãs’ se formam no Iraque e Líbano para enfrentarem o Estado Islâmico

Milícias cristãs se preparam para enfrentar o ISIS

Milícias cristãs se preparam para enfrentarem o ISIS

Milhares de estrangeiros têm ido ao Iraque e Síria nos últimos dois anos, a maioria para se juntar ao Estado Islâmico (ISIS), mas alguns ocidentais idealistas também estão se alistando às milícias cristãs que se formaram para enfrentarem o ISIS, citando a frustração de que seus governos não estão fazendo mais para combater os Islamistas ultra-radicais ou prevenir o sofrimento de inocentes.

Uma das milícias cristãs chama Dwekh Nawsha – que significa auto sacrifício em aramaico, idioma antigo de Cristo e ainda usado por cristãos assírios, que se consideram o povo indígena do Iraque.

Um mapa na parede do escritório do partido político Assírio afiliado com a Dwekh Nawsha marca as cidades cristãs ao norte do Iraque, desdobrando-se ao redor da cidade de Mosul.

A maioria está agora sob controle do Estado Islâmico, que conquistou Mossul no verão passado e lançou um ultimato aos cristãos: paguem impostos, convertam-se ao Islã, ou morram pela espada. A maioria deixou o país.

Cristãos no Líbano também estão formando grupos armados para se protegerem das ameaças do Estado islâmico. Após tomar partes do Iraque e da Síria, a organização terrorista já fez ações no país vizinho. Soldados libaneses foram sequestrados e decapitados, além do surgimento de ameaças pichadas em locais de culto.

O jornal libanês Daily Star informou que as mensagens ameaçadoras foram pintadas com spray na semana passada em duas igrejas de Trípoli (segunda maior cidade do país) . Elas diziam: “Viremos para matar vocês, adoradores da cruz”, e “O Estado islâmico quebrará a cruz”. Há notícias de cruzes sendo queimadas na região e igrejas sendo vandalizadas. Cresce o medo entre os cristãos, que são minoria, cerca de 35% da população.

A Associated Press relatou que os cristãos nas cidades fronteiriças de Qaa e Ras Baalbek têm organizado “esquadrões de defesa” para proteger-se do Estado Islâmico e outros grupos extremistas que lutam na Síria. Eles afirmam que estão prontos para resistir e não permitir que ocorram em seu território os sequestros, crucificações e decapitações que ocorreram em outros países.

“Nós todos sabemos que se eles vierem, cortarão nossas gargantas”, disse um morador empunhando sua arma. O líder Suleiman Semaan afirma: “Não queremos atacar ninguém, mas não queremos que ninguém nos ataque”.

O influente político cristão Samir Geagea fez um apelo que os cristãos não peguem em armas. Embora classifique o Estado Islâmico de “tumor canceroso”, lembrou que entre 1975 e 1990 o Líbano foi terrivelmente afetado pela guerra civil entre cristãos e muçulmanos.

Os militantes jihadistas do EI fizeram incursões em território libanês no mês passado, mas não conseguiram entrar no país. Sequestraram soldados, que acabaram mortos. O governo já afirmou que está preparado para revidar, caso hajam novos ataques, mas é difícil controlar os muçulmanos libaneses simpatizantes do EI. Uma coalizão de igrejas cristãs do Líbano fez um apelo às autoridades religiosas muçulmanas para que proíba ataques contra os cristãos e outras minorias no país. Ainda não receberam uma resposta oficial. Com informações Yahoo, Exame e RadioVox

Muçulmanos matam pastor que abriu escola gratuita para 400 crianças na Nigéria

pastor nigeriaUm pastor muito popular na Nigéria, principalmente por seu intenso trabalho social, foi morto à caminho do serviço pastoral por líderes muçulmanos, provavelmente ligados ao grupo terrorista Boko Haram.

O Pastor Joshua Adah, que fundou e operou uma escola de ensino gratuito a mais de 400 crianças na aldeia de Bantaje, foi vítima da ira de muçulmanos pertencentes ao grupo Fulani, os mesmos que atacaram as comunidades cristãs da Nigéria no último mês.

Depois de participar de um evento evangelístico, o seu carro de Adah quebrou e ele teve que encostar na beira da estrada. Depois chamar o mecânico, que não conseguiu concertar o automóvel, Adah pediu para que o ajudante buscasse um reboque. Ao retornar, o mecânico não conseguiu encontrar Adah. Após uma longa busca, o mecânico encontrou o corpo morto do pastor.

“Eu não sei por que Deus permitiu que Boko Haram tirasse sua curta vida. Mesmo quando isso se tornou perigoso, ele se recusou a parar, e continuou pregando Cristo nas aldeias, onde muitos não vão”, disse a esposa de Adah.

“Ele compartilhou seus poucos recursos com os pobres. Ele mostrou o amor a eles. Sua casa era deles. Eu não posso manter as lágrimas”, disse a esposa. “Eu me lembro de todas as vezes que ele orou comigo e me incentivou. Eu me sinto tão abalada!”. (CPAD)

PL de Jean Wyllys para legalização da maconha foi arquivado

Deputado  Jean Wyllys

Deputado Jean Wyllys

Foi arquivado no dia 31 de janeiro de 2015  o Projeto de Lei 7270 de autoria do deputado federal Jean Wyllys (PSOL/RJ)  que visava anistiar todas as pessoas presas, processadas ou indiciadas por tráfico de maconha, além da legalização desta droga.

Um verdadeiro absurdo!

COMENTÁRIO:

O bem venceu e esse esse projeto foi para a lixeira.

O arquivamento é mais uma vitória da sociedade brasileira que em sua maioria esmagadora é contrária à legalização de qualquer tipo de droga. O ex-BBB Jean Wyllys sequer informou aos seus seguidores nas redes sociais, como também aos seus eleitores, mais essa sua derrota. Manter os lacaios desinformados, ante a uma derrota, já é prática recorrente dele. Só reage e solta o verbo quando não consegue mais esconder. 

Ex-muçulmano é interrogado por onze horas por ter se convertido ao cristianismo, no Marrocos

CRISTÃO MARROQUINONo dia 18 de janeiro, na cidade marroquina de Fez, um cristão foi preso por ter se convertido do islamismo para o cristianismo. A informação é da Associação Marroquina dos Direitos Humanos (AMDH), citada pela revista Telquel. O cristão foi abordado por dois policiais na estação de trem da cidade.

De acordo com um representante da AMDH, os policiais fizeram uma série de perguntas, enquanto revistavam sua mochila, na qual encontraram uma Bíblia e outros livros relacionados ao cristianismo. Suspeito de proselitismo, o homem foi levado à delegacia de polícia para ser interrogado.

A mesma fonte acrescentou que o homem foi liberado após 11 horas de interrogatório. Perguntaram-lhe principalmente acerca de suas crenças, seus deslocamentos e da organização que paga por suas viagens.

A Constituição marroquina garante a liberdade religiosa, mas qualquer tentativa de abalar a fé de muçulmanos é punida de acordo com as leis do país.

Em conformidade com o artigo 220 do Código Penal marroquino, quem pratica o proselitismo (pregação do evangelho) pode enfrentar de “seis meses a três anos de prisão e uma multa de 100 a 500 dirhams” (aproximadamente de 26,00 a 136,00 reais) por fazer uso de “meios de sedução, a fim de converter” um muçulmano “a outra religião, quer através da exploração de sua fraqueza ou suas necessidades, ou usando para isso fins de educação, saúde, asilos e orfanatos”.

Louve a Deus pela libertação deste irmão. Ore para que ele não se sinta intimidado em pregar o evangelho e que sua prisão não tenha consequências para os outros cristãos no país. A Igreja no Marrocos conta com o seu apoio em oração. (Fonte: CPAD)

Cristã secreta da Árabia Saudita escreve poema sobre seu encontro com Jesus

Arabia SauditaMesmo com todas as dificuldades para praticar a sua fé, uma cristã secreta no país escreveu acerca do seu relacionamento com Deus e do momento em que descobriu Jesus como seu amigo e salvador.

A situação dos cristãos na Arábia Saudita é bastante séria e o extremismo islâmico tem feito diversas vítimas ao longo dos anos. As restrições do governo sobre a liberdade religiosa, em geral, são muito elevadas e, por conta da forte influência do fundamentalismo islâmico, quem escolhe servir a Jesus deve fazê-lo em segredo.

Diante de todo esse contexto, como uma cristã na Arábia Saudita enxerga Jesus? Leia a seguir.

Ele habitou no mais profundo do meu coração
Eu enxerguei sua luz de longe
por trás das montanhas
por trás do horizonte

Ele se levantou como a radiante luz de uma manhã cheia de alegria
Ele se levantou dentro da minha alma tão cheia de escuridão
minha alma perdida e confusa
minha alma que não conhecia o significado de “descanso”

No entanto, ele me visitou como a brisa suave
como a fragrância que emana das colinas
ele me visitou

Ele habitou no mais profundo do meu coração
e se estabeleceu lá dentro
Ele encheu minha alma com pureza, com vida

Ele é Jesus, gentil e compassivo
Jesus, a origem da minha alegria
Jesus, o refúgio da minha alma

Eu o adoro desde que o conheci,
e me apaixonei por ele
E como não poderia ser assim?
Pois ele me amou primeiro

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)

Fonte: Portas Abertas