Estado Islâmico decreta que cristãos são seus maiores inimigos

A revista eletrônica Dabiq, publicada pelo Estado Islâmico (EI) para Leia mais »

 

Menina cristã é surrada e expulsa de escola, após acusação de blasfêmia contra Maomé

blasfemiamaome

Faryal Bhatti foi acusada de blasfêmia por funcionários da Escola de Ensino Médio para Meninas Sir Syed, na colônia de Fábricas de Material Bélico (POF), em Havelian, perto de Abbottabad, no Paquistão. A acusação foi feita após ela ter escrito erradamente uma palavra durante um teste sobre um poema de louvor ao Profeta Maomé. Ela teria sido surrada pela professora por causa do erro, antes de a escola ter decidido expulsá-la.