Estado Islâmico decreta que cristãos são seus maiores inimigos

A revista eletrônica Dabiq, publicada pelo Estado Islâmico (EI) para Leia mais »

 

Líder da Igreja Apostólica da Santa Vó Rosa é acusado de abusar sexualmente de mulheres em São Paulo

Atenção, devido ao grande número de acessos a este post, sugere-se que se leia o estudo completo sobre este grupo religioso (o link está abaixo do vídeo).

Um homem de 85 anos é suspeito de abusar de mulheres usando uma seita que ele criou para adorar a si mesmo. Aldo Bertoni tem os passos acompanhados de perto pelo Ministério Público há dois anos, quando a primeira vítima tomou coragem e procurou os promotores. Depois dela, dezenas de vítimas fizeram o mesmo.

A equipe da Record acompanhou o homem. Os encontros foram acompanhados pela reportagem, que ouviu as vítimas e as autoridades. O prédio fica no bairro do Tatuapé, zona leste de São Paulo. Lá funciona a matriz da seita chamada de apostólica, que reúne outros duzentos templos pelo Brasil e 25 mil seguidores.

No vídeo abaixo, tem-se parte da reportagem onde há as denúncias contra o líder da igreja da Santa Vó Rosa. A matéria também mostra a congregação entoando cânticos de exaltação ao ‘irmão’ Aldo.