"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas" disse JESUS......................."E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”, disse JESUS

Filme ‘Os Dez Mandamentos’ é vetado a menores de 12 anos pelo Ministério da Justiça

O Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação do Ministério Leia mais »

Acusado de agredir a ex-mulher, Pedro Paulo é vaiado ao carregar imagem católica

Sob vaias, o secretário-executivo Pedro Paulo Carvalho (PMDB) carregou uma Leia mais »

De vento em popa

O best seller “AS 25 LEIS BÍBLICAS DO SUCESSO”, de Leia mais »

O perigo de seguir cegamente “líderes políticos cristãos”

Os maiores referenciais bíblicos de homens públicos, a meu ver, Leia mais »

Pais devoram seus filhos na Coreia do Norte, em meio à fome

Outras postagensCoreia do Norte mantem cristãos campos de concentração por Leia mais »

 

CQC da Band e sua ajuda à causa gay

O CQC exibiu, um dia antes em seu blog, o cartaz alusivo ao evento em frente a Igreja Católica

Ao exibir matéria sobre a votação da PL 122 (lei da ‘homofobia’ ou da mordaça gay), que seria realizada na quinta-feira (12/mai), na Comissão de Direitos Humanos do Senado, presidida pela Senadora Marta Suplicy (PT), o site do Programa ‘CQC’ (Custe o Que Custar), exibido pela Rede Bandeirantes, trata como homofóbica a atitude do deputado federal católico Jair Bolsonaro (foto), pelo fato do mesmo ter exibido um cartaz que denuncia o Plano Nacional de Cidadania LGBT do Governo Federal.

A página do Programa diz que a sessão legislativa foi suspensa, a pedido da redatora Marta Suplicy (PT-SP), diante das opiniões contrárias ao texto, principalmente por parte da bancada evangélica, e que a partir deste momento Bolsonaro teria entrado em ação, exibindo o cartaz que denuncia o Plano governamental.

O site faz ainda  alusão a um evento programado por alunos de Artes Cênicas da UDESC e UFSC, denominado pelos ativistas de ‘Um Beijaço a Bolsonaro‘, realizado em frente à Catedral Católica de Florianópolis, dia 13/mai, às 18h (hora da tradicional missa naquela igreja), indicando, inclusive, a página na internet do ‘beijaço’.

Conforme programado, o ‘beijaço gay’ foi realizado no local e hora marcados, com muito barulho, tumultuando a celebração da missa realizada no interior  da Catedral. Um verdadeiro ato de descalabro que merece repulsa de toda sociedade.

Ressalta-se que os ativistas podem ser enquadrados no artigo 208 do Código Penal e o  ato precisa ser investigado pelas autoridades policiais:

DOS CRIMES CONTRA O SENTIMENTO RELIGIOSO

Art. 208 – Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso:

Pena – detenção, de um mês a um ano, ou multa.

Resta saber se o Jornal da Band irá fazer matéria a respeito, mostrando o ato de provocação e intolerância promovido pelos ativistas.

E resta saber também  se o Programa CQC virá a público retratar-se com os católicos por ter divulgado um evento, em seu site, que mostrou-se provocativo à Igreja Católica.

Por fim, pergunta-se: os católicos continuarão dando audiência ao Programa CQC, mesmo diante do ocorrido.

Atualizado após o evento em Florianópolis (Veja as fotos e assista os vídeos do ocorrido).

Comente via Facebook

9 Responses to CQC da Band e sua ajuda à causa gay

  1. @Leo1moreira disse:

    Está na hora da reação católica e de todas as igrejas ser pública. Marchas pela família, pela ordem e moralidade. Enquanto não sentirem nossa insatisfação publicamente continuarão a excluir-nos. Que nos recordemos que o Brasil é Terra de Santa Cruz.

  2. Renan Reis disse:

    Na boa, CQC tá apelando! Como disseram eram criativo, inteligente…

    Hoje é manipulador e altamente “pró-GLBT” e “pró-Aborto”.

    Jornalismo não teria que ser imparcial? Tá longe disso…

    • novais disse:

      o cqc nao é um programa jornalistico, mas HUMORISTICO. por isso, nao precisa ser imparcial.

      alias, os programas jornalisticos de qq emissora neste pais nunca foram imparciais…

  3. maia95 disse:

    Nunca mais quero assistir esse programa. Já tinha perdido crédito comigo quando armou aquilo contra o Bolsonaro, agora então, fazendo apologia a um movimento que desrespeitou a Igreja…
    Jair, lindo *-*

  4. […] CQC da Band exibiu, um dia antes em seu blog, o cartaz alusivo ao evento em frente a […]

  5. afilha do tas é lésbica… acha que ele será isento?

  6. Edson Lelis disse:

    Eu sempre assisti e gostava desse programa, achava criativo e denunciava erros políticos, mas em 2011 percebi o quanto esse programa não acrescenta nada em minha vida e da minha família, podemos claramente perceber o quanto eles gostam de mostrar situações de sexualidade entre outros, as brincadeiras e reportagens sempre denigre o próximo, quanto a esse possível apóio ao homossexualismo as próprias brincadeiras deixa claro seu posicionamento a respeito, já mudei o meu hábito e tento buscar outros programas para assistir o problema que não temos tantas alternativas assim, o melhor que eu faço é ligar o rádio e ouvir um bom louvor de adoração e meditar na palavra sagrada……………para que Deus nos ajude a suportar tanta aberração aos dias atuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

JESUS